Hoje vamos seguir o guia de cultivo da beringela. A beringela pertence ao género Solanum e à família das Solanáceas. O que traduzido em linguagem comum significa sol, sol e mais sol. A Solanum melongena L. é conhecida desde 2.000 a.C. e a sua origem terá sido no Sudeste Asiático, onde coincide atualmente com os países que mais produzem.

Em Espanha, as zonas de maior produção concentram-se na zona mediterrânica, representada, por ordem de importância, por Almeria, Múrcia, Alicante e Valência.

QUANDO E COMO SEMEAR

Na cultura da beringela, as exigências climáticas são muito semelhantes às do pimento, outra Solanaceae, o que significa que tolera um clima muito soalheiro e com temperaturas elevadas. Podemos dizer que é o vegetal com maiores exigências de temperatura, podendo suportar níveis até 45º C.

Mas não é certamente o melhor, e o desenvolvimento ótimo da beringela ocorre com uma temperatura média entre 20 e 25ºC. É nesta gama de temperaturas que a planta produz melhor e em maior quantidade. É por isso que no final do verão e no início do outono vemos estas solanáceas em plena floração.

loja online

No que diz respeito à sementeira, recomendamos que se proceda primeiro à sementeira na cama de sementes, a fim de controlar melhor o crescimento. E quando a planta tiver cerca de 3-4 folhas verdadeiras, é a altura ideal para a transplantar para o solo.

O TRANSPLANTE

No guia de cultivo da beringela, vamos dar-te algumas dicas para o transplante. Devido ao seu sistema radicular vigoroso, as suas necessidades de solo são amplas e é bastante tolerante a qualquer tipo de solo. Um solo profundo e argiloso proporcionará condições óptimas para o desenvolvimento das beringelas.

As beringelas são pouco exigentes em termos de solo, devido ao forte desenvolvimento das suas raízes, que se aprofundam facilmente. Podem surgir alguns problemas em solos argilosos, devido a uma possível asfixia das raízes, pelo que é necessário ter cuidado com a quantidade de rega para evitar este problema. No que diz respeito ao pH, não há qualquer problema desde que esteja próximo do neutro (6 a 8).

Uma vez que este esteja limpo, é altura de o transplantar para o seu local definitivo.

IRRIGAÇÃO

Devido às condições quentes em que as beringelas são cultivadas, ou seja, clima quente e muitas horas de sol, necessitam de um elevado teor de água, embora tenham um sistema radicular forte. A irrigação deve ser tida em conta, especialmente no que diz respeito à formação dos frutos.

loja online

Idealmente, uma rega diária deve ser entre 1,5 litros quando a planta está a crescer e até 3-5 litros quando a planta está em produção. Como se pode ver, as exigências são muito semelhantes às das outras plantas da sua família.

A BERINGELA E A NECESSIDADE DE ORIENTAÇÃO OU DE ARAMAÇÃO

A planta da beringela não é uma planta caracterizada por uma grande altura, mas é uma planta com uma grande produção. E, por vezes, os seus frutos, se os deixarmos durante algum tempo, podem ter um peso considerável.

Aconselhamo-lo então a ajudar a planta com uma estaca. Isto evitará que a planta se torça sob o peso dos frutos e que estes entrem em contacto com o solo.

loja online

PODA DA PLANTA DA BERINGELA

Aqui vamos nós de acordo com o gosto. A partir de Cultivers recomendamos-lhe que retire os rebentos que saem abaixo dos 50 cm. Desta forma, reforçamos o crescimento da parte superior e deixamos a parte inferior mais livre.

COMO E QUANDO COLHER AS BERINGELAS

Um outro ponto muito importante a ter em conta quando se cultivam beringelas, e que muitas pessoas não conseguem compreender. Não há nada de errado em colher as beringelas demasiado cedo, pois, neste caso, o seu sabor não é pior. A beringela, como muitas outras culturas, é uma planta que não tem um ponto ótimo de maturação, por assim dizer. Não é como o melão ou a melancia que, se forem colhidos antes, não sabem a nada. As beringelas podem ser colhidas em diferentes tamanhos e são igualmente boas. Se for colhido mais cedo, menos sementes, se for colhido mais tarde, mais sementes. Mas não exagere deixando-o na planta, pois pode tornar-se um pouco amargo. Matá-lo-á porque altera a cor habitual dos seus frutos.

loja online

Quanto à forma de a colher, é muito simples, podemos fazê-lo de duas maneiras. Podemos puxar cuidadosamente o fruto contra a forma da curva do seu pedúnculo. Ou pegamos numa tesoura e cortamos. Neste caso, a escolha cabe ao indivíduo.

Só falta cozinhar e saborear este fruto delicioso.

DOENÇAS E PRAGAS MAIS COMUNS NA CULTURA DA BERINGELA

No guia de cultivo da beringela, vamos citar as doenças e pragas mais comuns.

INSECTOS NA CULTURA DA BERINGELA

  • Ácaros vermelhos e brancos (Tetranychus spp.) e (Polyphagotarsonemus latus Banks).
  • Mosca branca (Trialeurodes vaporariorum West, Bemisia tabaci Genn)
  • Pulgões (Myzus persicae, Aphis gossypii)
  • Lagarta-da-folha (Liriomyza spp.)
  • Tripes (Frankliniella occidentalis) na cultura da beringela
  • Nemátodos (Meloidogyne spp.)

DOENÇAS NA CULTURA DA BERINGELA

  • Míldio (Phytophthora nicotianae)
  • Verticillium dahliae (Verticillium dahliae)
  • Podridão cinzenta (Botrytis cinerea)
  • Sclerotinia (Sclerotinia sclerotiorum)
  • Alternaria (Alternaria solani)

PRODUTOS RECOMENDADOS PARA A CULTURA DA BERINGELA

AS NOSSAS SEMENTES DE BERINGELA