O que é a mosca da fruta?

Espécie de díptero braquiúro da família Tephritidae originária da costa ocidental de África, onde vivem espécies estreitamente relacionadas. A partir daí, espalhou-se por climas temperados, subtropicais e tropicais em ambos os hemisférios. É considerada uma espécie cosmopolita devido à sua atual dispersão mundial, em grande parte devido ao aumento do comércio mundial de fruta.

Por que é que as moscas da fruta VÊM PARA FORA das nossas plantas?

Com a chegada do bom tempo e de temperaturas superiores a 14ºC, os adultos começam a emergir. Passados alguns dias, a fêmea pode começar a pôr ovos. Depositam os ovos sob a epiderme do fruto; a particularidade é que os que já foram mordidos não são visitados por outras fêmeas. O período de postura é muito variável consoante a zona, entre 30 e 60 dias.

A larva completa o seu desenvolvimento no interior do fruto no espaço de uma semana, de onde salta para o solo para se transformar em pupa: em 10 dias dará origem a um novo adulto. O ciclo biológico pode ser completado em 20 dias. O número de gerações anuais varia muito em função das condições climatéricas e da disponibilidade de alimentos.

moscas de la fruta plaga

Como é que a mosca da fruta afecta as nossas plantas?

Esta espécie está muito difundida em Espanha, especialmente no sul e na zona mediterrânica. Afecta uma grande variedade de espécies cultivadas, como laranjas, tangerinas, pêssegos, figos, damascos, ameixas, diospiros, etc., o que torna difícil o seu controlo. As únicas produções que escapam aos seus ataques são as obtidas entre o final do outono e o início da primavera, uma vez que o frio que se faz sentir nessa altura faz com que o inseto não mostre qualquer atividade.

Os danos produzidos pelo efeito da picada da fêmea no fruto, para efetuar a oviposição, que é uma via de entrada para fungos e bactérias que decompõem a polpa.

Os danos na fruta são causados pelas larvas desta mosca, que se alimenta da polpa da fruta, deixando todos os seus excrementos no seu interior, além de servir de via de contaminação para diferentes tipos de fungos, que provocam o apodrecimento, fazendo com que a fruta caia no chão prematuramente ou se torne não comercializável.

larva

Como ELIMINAR as moscas da fruta de forma natural?

PREDADORES DA MOSCA DA FRUTA

  • Pseudoophonus rufipes é uma espécie de escaravelho terrestre da subfamília Harpalinae. Foi descrita por Degeer em 1774. O Harpalus rufipes é nativo da Europa. O Harpalus rufipes actua como um controlador biológico de pragas. Demonstrou ser um forte predador de moscas da fruta.
  • Forficula auricularia A tesourinha é uma espécie de inseto dermatóptero da família Forphiculidae, com dois cercos na extremidade do abdómen. Estes cercos, que se assemelham à forma de uma pinça ou de uma tesoura, deram origem aos nomes comuns pelos quais esta espécie e outros dermatópteros são conhecidos.
93909

PARASITÓIDES DA MOSCA DA FRUTA

  • Diachasmimorpha tryoni é um endoparasitóide solitário e coinobionte que põe um ovo na larva hospedeira e emerge do pupário tefritídeo.
  • Fopius arisanus é um endoparasitóide solitário. A fêmea deposita um ovo no interior do ovo da mosca; a larva do parasitoide alimenta-se da larva da mosca, mas permite que esta se desenvolva e forme um pupário; finalmente, deste pupário completamente formado emerge o parasitoide adulto, que consumiu completamente a larva da mosca.
10545844426 694eb27d12 b