Farinha de penas

Farinha de pluma. Fertilizante orgânico de libertação lenta de origem animal com elevado teor de azoto

Promove o crescimento de raízes, caules e folhas, ideal para utilização em hortas biológicas, árvores floridas/frutíferas e plantas ornamentais.

Ativa a decomposição dos resíduos vegetais no composto.

Graças à utilização da tecnologia de hidrólise com temperatura, pressão e enzimas, permite que as moléculas de aminoácidos se tornem suficientemente pequenas para serem absorvidas pela raiz da planta.

Dose geral: aplicar 40 gramas por metro quadrado de 3 em 3 semanas ou de acordo com as necessidades da cultura.

8.6671.88

* Entrega em 24/48 h GRATUITA

** Encomenda mínima 15.00€

A farinha de penas pode ser utilizada na agricultura e é uma fonte de azoto e aminoácidos, com 85% de matéria orgânica e mais de 49% de carbono orgânico, o que constitui um bom fertilizante para as nossas plantas. A farinha de penas é um fertilizante orgânico com um elevado teor de azoto, sendo um promotor de crescimento para raízes, caules e folhas, ideal para utilização em pomares orgânicos, árvores floridas/frutíferas e plantas ornamentais.

Além disso, graças à utilização da tecnologia de hidrólise com temperatura, pressão e enzimas, permite que as moléculas de aminoácidos se tornem suficientemente pequenas para serem absorvidas pela raiz da planta.

Outra caraterística da farinha de penas é que o seu azoto é de libertação lenta, ao contrário da farinha de sangue, que é de libertação mais rápida. Além disso, este azoto, sendo de decomposição lenta, é útil para ativar a decomposição dos resíduos vegetais no composto.